Uma rádio diferente de todas que você já viu. Esta frase define os estúdios da rádio Tempo FM 103,9 inaugurados recentemente em um shopping de Fortaleza (CE). Com a inserção de novas tecnologias e a era da comunicação digital, o ambiente traz consigo um ar futurista e bastante moderno. “O elemento do guarda corpo da escala representa um conjunto de feixes de luz da fibra ótica que interligam os estúdios e transmissor. A ideia de manter um espaço clean, cheio de dinamismo e da vibração harmônica, característica da música. A nossa visão é voltada sempre para o futuro e para a transformação, mantendo a liberdade de expressão,” explica a arquiteta responsável pelo projeto, Antonella Marzi.

A diretora da emissora e presidente da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACERT), Carmem Lúcia Dummar Azulai explica que o novo ambiente da Tempo FM “é uma oportunidade para inovar e buscar excelência no serviço de rádio, expandido pelo streaming e mídias sociais a um público local e também mais distante. Um espaço para facilitar o acesso e a interação entre ouvintes, comunicadores, artistas e outros players, com versatilidade entre os diversos ambientes para eventos, transmissões e streamings simultâneos”.

Os poucos elementos visuais que compõem o ambiente revelam um espaço sofisticado e bem progressista. “A busca de um design único, inspirado pelas palavras de um grande arquiteto, Ludwig Mies van der Rohe “Menos é mais”, que fez deste um princípio e fundamento de uma nova arquitetura. Nós queremos mostrar como o melhor resultado, “mais”, se obtém quando você produz algo (um projeto de design ou arquitetura) essencial e perfeito para as suas funções. A mesma filosofia existe na musica, no Rock, por exemplo, onde “menos é mais”. Desta forma, casamos arquitetura e música em um principio fundador do projeto”, ressalta Marzi.

Outro detalhe é que a arquitetura apresentada em forma clean, única, minimalista e contemporânea, segundo Antonella, segue o mesmo princípio do estilo dos móveis. “Nós acreditamos que um projeto precisa ser relacionado com a sua escala maior. Desta forma, um objeto (móvel) em relação com um espaço, um espaço em um edifício que se relaciona com a escala urbana de cidade”, afirma a arquiteta.

“Desde seu primeiro dia, A Tempo FM – 103,9 foi definida como uma rádio adulta contemporânea. Após meses de trabalho nasceu sua nova sede. Estamos felizes com o novo espaço e preparados para chegar cada vez mais perto de cada ouvinte, compartilhando informações e, juntos, nos emocionarmos a cada música, vibrarmos a cada conquista ou nos indignarmos com os absurdos. A vida é assim. Cheia de emoções. Estamos juntos para sermos companheira em todos os momentos”, disse Dummar.

Antonella é italiana e explica que esta foi a primeira rádio que elaborou um projeto. Porém ela afirma ter feito projetos similares no exterior voltados para o entretenimento, “como a Discoteca Prince, em Riccione, na Itália, o Salette Private Ristorante, em Milão”. A arquiteta explica que “a ReCS tem uma filosofia: cada projeto é único e não existe um projeto igual a outro desenvolvidos pelo nosso escritório. Este projeto, com este resultado foi em grande parte possível graças à uma interação e colaboração contínua com os proprietários da  Tempo FM, que expressaram uma preferência pelo branco, pelo contemporâneo, por estilos musicais que tem a ver com a ambiência, e uma ideologia comprometida com a  liberdade de expressão, com a pluralidade de visões (representada pelas janelas com diferentes formas),” disse Marzi.

Além do exterior, a arquiteta também possui escritório no Brasil e enfatiza que outras emissoras podem contratar os serviços da Rec Sarchitects. “Nós pegamos a filosofia de cada um e a transformamos na identidade da emissora”.

Sobre o preço, Marzi ressaltou que depende do projeto, da dimensão e do nível de envolvimento.

FONTE:  Agência Amirt 

Por: Patrícia Marques

Create Account



Log In Your Account